LemosPassos

Chefe orienta como escolher itens frescos para a Páscoa

13.04.17

Semana Santa é sinônimo de aumento do consumo de peixes e frutos do mar e o cuidado para a compra desses itens deve ser redobrado. O chefe consultor do Grupo LemosPassos, Jesus Almeida, dá dicas sobre o que avaliar para escolher os produtos mais frescos para a data.

Ao comprar peixes não congelados, por exemplo, é preciso observar se a pele do pescado está brilhante e suas escamas firmes, indicativos de que ele é fresco. “O olho do peixe deve estar sempre vivo e brilhante. Já as guelras precisam estar sempre avermelhadas, até mesmo no peixe congelado. No peixe fresco, elas também devem ser viscosas”.

Segundo o chefe, o cheiro do pescado deve ser característico de frutos do mar, mas não deve ter o odor forte de amônia, que indica a decomposição da carne. Uma outra dica para ter certeza que o pescado é fresco é apertar a barriga para ter certeza que a musculatura está firme.

Já o camarão seco, ingrediente da maioria dos pratos da culinária baiana, deve ter uma coloração bonita, não ter umidade e ter o cheiro característico de mar, salgado e sem arder. “Essas dicas também valem para o bacalhau. Além disso, no caso do pescado salgado, é preciso ficar atento se existem manchas pretas ou alaranjadas que indicam mofo”. Almeida ensina que a cor da carne do bacalhau precisa ser clara, quase translúcida. Já o camarão fresco deve ter cor translúcida e branca, sem manchas.